Protagonismo Juvenil

Protagonismo Juvenil – FAAr e SEDUC no encontro estudantil da rede estadual de ensino ¹
 
Protagonismo Juvenil - FAAr e SEDUC no encontro estudantil da rede estadual de ensino ¹ 
 
            
Embora seja uma situação já prevista na Carta Magna do Estado é complexo para muitos educadores e até mesmo para os familiares falar em Protagonismo juvenil. A ideia do protagonismo juvenil é a de estimular a participação do adolescente nas diversas áreas em que ele possa estar inserido, possibilitando aos jovens o envolvimento social, contribuindo não apenas com o desenvolvimento pessoal, mas com o incremento de melhorias das comunidades em que eles estão inseridos, assim, pode-se afirmar de acordo com Costa (1996) que o 
Protagonismo juvenil é a participação do adolescente em atividade que  extrapolam os âmbitos de seus interesses individuais e familiares e que  podem ter como espaço a escola, os diversos âmbitos da vida comunitária; igrejas, clubes, associações e até mesmo a sociedade em  sentido mais amplo, através de campanhas, movimentos e outras  formas de mobilização que transcendem os limites de seu entorno  sócio- comunitário. (Costa, 1996:90)
 
Com base nestas concepções teóricas e também na legislação brasileira é que se reforça a parceria entre FAAr e SEDUC, pois a educação deve envolver os processos de formação, não apenas nas instituições educativas como é afirmado por aqueles que atropelam a educação dos filhos e diz ser responsabilidade das escolas, no entanto, deve ser um processo heptagonal, com desenvolvimento “na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nos movimentos culturais”(LDBEN,1997)
Então, com base nestes fundamentos as Faculdades Associadas de Ariquemes – FAAr, juntamente com Coordenadoria Regional de Educação realizou no dia 08 de maio de 2014, no Auditório Ariquemes, o 1º Encontro dos líderes de turmas das Escolas Estaduais, contemplando alunos de Ariquemes e jurisdição.
A professora Elenice Cristina da Rocha Feza, Vice – Diretora da FAAr, fez a abertura do evento e enfatizou o objetivo específico do encontro com os representantes de turmas, que é proporcionar trocas significativas de conhecimento e experiência aos participantes e, principalmente fortalecer o protagonismo juvenil nas escolas, buscando o desenvolvimento da autonomia, consciência e cidadania dos jovens.
A professora Osmarina dos Reis, Coordenadora Regional de Educação de Ariquemes e Vale do Jamari em nome do Governo do Estado de Rondônia e Coordenadoria Regional de Educação falou a respeito da importância do evento e agradeceu a equipe pedagógica da CRE e a parceria com as Faculdades Associadas de Ariquemes-FAAr.
Para maior enriquecimento cultural e artístico contou-se com a participação do Coral da “Escola Estadual Francisco Alves Mendes Filho” com as músicas: “Ficoassim sem você” de Claudinho e Buchecha e outra em homenagem às mães,sob a regência do Profº Gesiel Gonçalves dos Reis (foto 10 e 11). Logo após, foi convidado o aluno Mayco Bruno do Carmo Strelow dos Santos, que contribuiu com muito brilho e vivacidade, a partir da Paródia- Que pais é este? (Foto 05). Houve também a apresentação das alunas da Escola Estadual Ricardo Cantanhede: Natalia, Laura, Pâmela, Maria e Gabriela que apresentaram uma experiência, com conhecimentos que foram socializados com todos os presentes. (Foto 12)
Em continuidade aos trabalhos, a Psicóloga e professora da FAAR, Daniela Oliveira Graeff foi convidada para coordenar e conduzir o encontro enfatizando a relevância do tema “Protagonismo Juvenil”, assim como as contribuições dos jovens no meio em que estão inseridos.
Nesta perspectiva, a FAAr desempenha mais uma vez uma de suas grandes funções institucionais, a de “contribuir com a qualidade de vida e o bem-estar da sociedade”, ao promover parcerias para estudos, debates e troca de experiências tão significativas à grande região de Ariquemes.
Ao concluir o encontro a Coordenadora Pedagógica da CRE, Jaisa Machado agradeceu a parceria da FAAr, bem como, todas as pessoas e Escolas Estaduais que se fizeram presentes: Escolas Jardim das Pedras; Albina Mació Sordi; Heitor Villa Lobos; Cora Coralina; Carmem Ione; Ricardo Cantanhede; CEEJAAR; Francisco Alves Mendes; Anísio Teixeira; Migrantes; Frei Henrique de Coimbra; Antônio Francisco Lisboa.
 Os resultados foram surpreendentes, a partir das fotos nº 1 e 2, pode-se perceber a satisfação dos alunos, o envolvimento da equipe gestora é evidenciado nas fotos  3 e 4.

À medida que se relata as atividades realizadas neste evento, entende-se que, a música pode estar relacionada aos processos democráticos, e se insere na construção de conhecimentos inclusos nas ações que contribuem com o protagonismo juvenil, porque  música  é  emoção,  prazer,  alegria  e encantamento, por isso o desenvolvimento educativo queira, ou não, se interliga aos procedimentos e artes musicais que pairam no contexto social.


 

Ao encerrar este relato de experiência, nós colaboradores da FAAr, podemos dizer que existem ocasiões que são especiais, mas há outras que são imprescindíveis, pois o processo  educativo consta da inter-relação teórica/prática e essencialmente dos momentos de convivência.

___________
¹FEZA, Elenice Cristina Rocha & ²CAMPOS P. Maria Helena. Protagonismo Juvenil: FAAr e SEDUC no encontro estudantil da rede estadual de ensino. Ariquemes, Rondônia: IESUR – Vice-Diretora e Diretora Acadêmica, maio, 2014.
Referências
COSTA, Antonio C. G.da. Mais que uma lei. São Paulo: Instituto Ayrton Senna, 1997.
COSTA, Antonio Carlos Gomes da. Protagonismo juvenil: adolescência, educação e participação democrática. Salvador: Fundação Odebrecht, 2000.
DELORS,Jacques (org.). Educação um tesouro a descobrir – Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. Editora Cortez, edição, 1992/2012. 





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.