A MATEMÁTICA E A BIOLOGIA DA VIDA FAMILIAR

      A MATEMÁTICA E A BIOLOGIA DA VIDA FAMILIAR

                          Maria Helena Campos Pereira¹

         A Matemática da Vida é assim, juntam-se 1 + 1, formam-se um casal que se pode amar muito, pouco, mais ou menos ou quase nada.  Mesmo assim, a vida se multiplica formam-se 1,2,3,4,5 filhos da junção biológica verdadeira, correta, aprovada pelas leis materiais e espirituais.

         Mas, a matemática  é ousada e a biologia também, pode acontecer uma divisão dos dois primeiros ( 1 + 1) e um deles se une a um(a) terceiro, surge  + 1 que equivale ao 6ª. Todavia a vida continua da mesma forma, com altos e baixos, frustrações, decepções, angústias dos primeiros 5 e de um dos 2 (dois) que consta no topo da escala dos primeiros. Este sexto (6º) caminha junto, às vezes ressabiada, se sentindo ignorada e isolada, no entanto, a primeira dos dois a recebe como tia, e tudo parece continuar sem tantos ressentimentos.

       Entretanto, uma dúvida no caminhar,  aparece o 7º ( sétimo) na biologia da vida, mas de quem será? Do mesmo 1 mais velho, do 1 + 1 ou do (primeiro) mais velho dos ordinais na escala dos 5? Não sei, há uma incógnita nesta concepção ou contracepção. A questão é que do ser ou não ser, o 7º é um ser humano como qualquer um de nós, foi adotado, registrado e acariciado muito mais do que os outros 5 (cinco) anteriores. A 2ª (segunda) foi até mãe de leite, sem saber se era tia ou irmã, mas cumpriu seu papel maternal com afeto e dedicação.

         E depois do falecimento de um dos 1+ 1, já no casamento do 3º filho da 2ª, a mãe de leite, surge a 8ª (oitava) nesta biologia da vida, todos as receberam com muito afeto e carinho, apenas a 6ª que se sentiu ofendida porque esta era filha de uma das colegas, amigas, ou sei lá conhecidas que traiu sua mãe.

        E para concluir, éramos 5 ( cinco), hoje somos 7(sete) ou 8 (oito), depende de um DNA desta última, mas a vida é mesmo assim. Somos filhos gerados pelo mesmo pai que nos criou com muito amor e carinho, apesar da seriedade às vezes e da grande autoridade que exercia sobre nós. Todos foram criados para o bem, sem nada que pudesse impedir a vida em sociedade.  Enfim, não somos filhos do nada, nem da lua nem do sol, mas podemos conviver com o vento e com os animais, eles são  dádivas e nós apesar das intempéries ambientais somos protegidos pela mão daquele que tudo criou, fez a matemática e a biologia da vida.

 _____________

¹ CAMPOS P. Mª Helena. A matemática e a biologia da vida familiar. Ariquemes: FAAr, 2015

Este post foi publicado em Uncategorized em por .

Sobre Maria Helena Campos Pereira

Graduada em Pedagogia com registro em Matérias Pedagógicas: Psicologia Educacional, História da Educação e Didática. Pós graduada em em Planejamento Educacional, Supervisão e Inspeção Escolar. Mestre em Ciências da Educação e Doutoranda em Educação. Ministra palestras e cursos sobre Gestão Escolar, Filosofia para crianças, jovens e adolescentes com foco nas vivências interdisciplinares.

Uma ideia sobre “A MATEMÁTICA E A BIOLOGIA DA VIDA FAMILIAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.